4a24db5f-7cb6-4e14-bf4e-6b706132fffe Manual do Frugal. Seja frugal, viva de forma sustentável, economize dinheiro de forma consciente, fique milionário e encontre a sonhada independência financeira. Seja feliz.

4 de ago de 2014

Frugalidade Fácil. Controle de Combustível. Boas Práticas.

Olá a todos. Voltamos para mais um post da série controle de combustíveis, nem mais e nem menos importante, porém o último. No primeiro post falamos do uso de motos para locomoção e como esta é a melhor solução para o frugal que deseja passear livre para cima e para baixo. No nosso segundo post da série falamos dos carros e de como eles não são nem um pouco frugais para o motorista, entretanto, caso a posse de um carro seja realmente necessária mostramos qual o melhor carro e qual o raciocínio deve ser empregado ao pesquisar um automóvel.

Neste último post da série conversaremos sobre as melhores práticas na condução do seu veículo que no final do mês lhe renderão uns bons trocados, e já vou adiantando, o próximo post será um bônus track para o frugalzão que ajudará em diversos fatores do seu dia a dia :).




Bom, vamos ao trabalho.

Primeiramente para as motos, como no primeiro post:
  • Começo com uma dica básica e engraçada. Quanto mais peso sua moto carregar mais torque ela precisa e combustível ela consome, portanto, atenção ao bagageiro, carona e a você. Retire as tranqueiras excedentes e aproveita e perca um peso gordão. :)
  • Um dos pontos mais importantes para a economia de combustíveis é manter os pneus sempre calibrados.
  • Manter o filtro de ar limpo faz parte da manutenção da sua moto e ajudará no controle de combustíveis.
  • Outro item que é importante na manutenção da sua moto é trocar o óleo regularmente conforme instruções no manual. Claro, coloque o óleo também do manual.
  • Não faça esticadas, escute e sinta a tua moto, assim mudará a marcha no tempo certo e economizará uma grana.
  • Aprenda a fazer apenas as trocas de marchas necessárias. Raciocine um pouco, tente pensar mais a frente, se daqui a 300 metros você sabe que o transito vai diminuir, não tem porque passar para a quarta marcha para chegar mais rápido no congestionamento. Se mantenha na terceira e fique paciente.
  • Na mesma pegada da dica anterior tente manter uma velocidade constante e ir aumentando aos poucos, ir de zero a oitenta muito rápido vai destruir seu gaz.
  • O mesmo vale para as frenagens. Frear bruscamente sua moto vai consumir seu freio e gasolina.
  • Deixar a moto esquentando no frio está fora de cogitação. Se você seguiu o guia aqui do manual do frugal provavelmente tem uma moto semi-nova com injeção eletrônica, portanto, ligue a moto e vá embora.
  • Eu nem devia comentar isto aqui, porém acho que não faz mal falar, não fique acelerando a moto parada nos semáforos, estourando a moto parecendo aqueles bandidos do gueto e fazendo aquelas esticadas retardadas. Fazer este tipo de coisa é para babaca, come combustível e destrói sua moto, portanto NÃO!!!!!
  • Outra coisa que eu nem devia mencionar é manter o escapamento original, não é molgolzão, nada de ficar fazendo furo no escapamento também para fazer mais barulho. Gasta gasolina e ninguém gosta.
  • O ponto morto também consome combustível e mais do que se sua moto estivesse engatada na marcha da descida, então, deixe a moto engatada nas descidas.
  • Trajetos extremamente curtos também são terríveis para o consumo. O motor precisa aquecer, gasta mais combustível, e logo depois você o desliga e depois de dez minutos faz tudo de novo, tudo isto para ir na padaria na esquina da sua casa. Faça um favor a você mesmo e vá a pé.
  • Um bizu que pouca gente conhece é que todo automóvel consome o seu mínimo quando está a 3/4 da sua velocidade máxima.
  • É como diz uma música dos Racionais: O vento é suave mas é frio e implacável. Se você está em uma rodovia, sentiu a barreira do vento lhe segurando, não brigue com ele. Abaixa-se para reduzir o arrasto aerodinâmico ou apenas relaxe e curta a viagem em uma velocidade menor.
  • Use o farol alto e os sinalizadores apenas quando for necessário, a corrente elétrica também gasta gasolina.
  • Otimize a sua rota. Antes de sair de casa pense bem onde vai e qual o melhor trajeto.
  • Se for possível consiga uma carona amiga que faça o mesmo trajeto que você. Dividem o combustível e os dois saem ganhando.
  • Sua moto é sempre mais econômica com o tanque cheio, desta forma você não força a bomba de combustível, porém encher o tanque direto também não é legal uma vez que é peso extra. O ideal é andar na metade.
  • Procure um posto barato. Óbvia esta ein.
  • Abasteça de manha ou em clima mais frio. Assim a gasolina está mais densa do que no calor do meio dia e você leva mais por menos.
Falemos agora dos carros, veja, diversas dicas se repetirão e para aqueles que desejam apenas ler um ou outro porque um dos dois não se aplica replicarei estes.


  • A mesma dica do peso vale para os carros. Quanto mais peso seu carro carregar mais torque ele precisa e combustível ele consome, portanto, atenção ao bagageiro, carona e a você. Retire as tranqueiras excedentes e aproveita e perca um peso gordão. :)
  • Um dos pontos mais importantes para a economia de combustíveis é manter os pneus sempre calibrados.
  • Manter o filtro de ar limpo faz parte da manutenção do seu carro e ajudará no controle de combustíveis.
  • Outro item que é importante na manutenção da seu carro é trocar o óleo regularmente conforme instruções no manual. Claro, coloque o óleo também do manual.
  • Não faça esticadas, escute e sinta teu carro, assim mudará a marcha no tempo certo e economizará uma grana.
  • Aprenda a fazer apenas as trocas de marchas necessárias. Raciocine um pouco, tente pensar mais a frente, se daqui a 300 metros você sabe que o transito vai diminuir, não tem porque passar para a quarta marcha para chegar mais rápido no congestionamento. Se mantenha na terceira e fique paciente.
  • Na mesma pegada da dica anterior tente manter uma velocidade constante e ir aumentando aos poucos, ir de zero a oitenta muito rápido vai destruir seu gaz.
  • O mesmo vale para as frenagens. Frear bruscamente seu carro vai consumir seu freio e gasolina.
  • Deixar o carro esquentando no frio está fora de cogitação. Se você seguiu o guia aqui do manual do frugal provavelmente tem um carro semi-novo com injeção eletrônica, portanto, ligue o carro e vá embora.
  • Eu nem devia comentar isto aqui, porém acho que não faz mal falar, não seja um babaca, não queira se mostrar, cavalos de pau e outras idiotices.
  • Outra coisa que eu nem devia mencionar é manter o escapamento original, não é molgolzão, nada de ficar fazendo furo no escapamento também para fazer mais barulho. Gasta gasolina e ninguém gosta.
  • O ponto morto também consome combustível, e mais do que se seu carro estiver engatado na marcha da descida, então, deixe o carro engatado nas descidas. Nada de banguela.
  • Trajetos extremamente curtos também são terríveis para o consumo. O motor precisa aquecer, gasta mais combustível, e logo depois você o desliga e depois de dez minutos faz tudo de novo, tudo isto para ir na padaria na esquina da sua casa. Faça um favor a você mesmo e vá a pé.
  • Um bizu que pouca gente conhece é que todo automóvel consome o seu mínimo quando está a 3/4 da sua velocidade máxima.
  • Mantenha o ar condicionado sempre desligado. É preferível ir de vidros abertos a ar condicionado ligado.
  • Se for possível mantenha os vidros fechados. Se der pra ir de vidro fechado e ar condicionado desligado melhor ainda, mas não seja fanático, não fique se matando de calor em troca de uns trocados a mais.
  • Use o farol alto e os sinalizadores apenas quando for necessário, a corrente elétrica também gasta gasolina.
  • Otimize a sua rota. Antes de sair de casa pense bem onde vai e qual o melhor trajeto.
  • Se for possível consiga uma carona amiga que faça o mesmo trajeto que você. Dividem o combustível e os dois saem ganhando.
  • Seu carro é sempre mais econômico com o tanque cheio, desta forma você não força a bomba de combustível, porém encher o tanque direto também não é legal uma vez que é peso extra. O ideal é andar na metade.
  • Procure um posto barato. Óbvia esta ein.
  • Não fique conversando com o carro ligado. Se for ficar parado mais de dois minutos desligue o carro.
  • Para quem pega muitas subidas, não fique fazendo rampa. Pise no frio e depois que o sinal abrir acelere. Nada de ficar treinando deixar o carro parado na mesma posição acelerando ele.
  • Abasteça de manha ou em clima mais frio. Assim a gasolina está mais densa do que no calor do meio dia e você leva mais por menos.
  • Quando for estacionar o carro prefira sempre a sombra. Mantém o carro em uma temperatura tranquila para que você não precise ligar o ar condicionado quando entrar no mesmo, e diminui a evaporação do combustível.
Bom amigos, esta foi uma grande coletânea que consegui montar estudando na internet. Quem tiver alguma outra dica é só deixar nos comentários.

Abraço

12 comentários:

  1. Fala Frugal,
    A dica que dou é, caso a moto tenha conta-giro, nunca ultrapasse os 6 mil giros, só com isso você terá uma economia de combustível de 10 a 12% (ao menos funcionou comigo e a Fazer 250).
    Relação em bom estado, filtro de óleo e combustível, corrente sempre bem lubrificada são algumas das dicas que fazem com que a moto tenha uma melhor performance no quesito rentabilidade de combustível.
    Uta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Booooa estagiário. Valeu a dica. Espero que esteja bem ai no Canadá

      Excluir
    2. Boa "O Estágiário", eu não sabia dessa. Também tenho uma Fazer. Ela é uma ótima moto, mais bebe que é uma maravilha.

      Excluir
  2. Boa! Tem várias aí que não sabia!

    ResponderExcluir
  3. Vou começar a divulgar meus investimentos também http://investidorconvicto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Caro Frugal,

    Apenas 2 correções:
    - gasolina e álcool são fluídos praticamente incompressíveis. Tanto faz abastecer no calor ou no frio, a variação da densidade é tão pequena que mal dá para medir.. Mas no calor talvez eles evaporem mais e escape pelo respiro do tanque, quanto a isso você está correto;
    - em baixas velocidades, vidro aberto e ar desligado é mais econômico. A partir de um certo ponto, vidro fechado e ar ligado torna-se mais econômico, pois o arrasto aerodinâmico cresce exponencialmente com a velocidade. Então eu ligo o ar e fecho o vidro em rodovias, acima de 80 km/h.

    No mais, meus cumprimentos pelo post !

    Engenheiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Engenheiro.

      Primeiramente agradeço muito seu comentário engrandeceu demais o blog.

      O lance dos vidros, ja vi muita discussão de vidro fechado com ar ou aberto sem ar.

      Faz muito sentido o seu comentário, mas acho que pode variar de motores, por exemplo, em carros 1.0 quando você liga o ar, ele fica tão fraco que você precisa pisar muito mais, não creio que neste caso seja melhor fechar o vidro concorda?

      Excluir
  5. Fala Frugal, cadê as atualizações?

    ResponderExcluir
  6. perai anonimo, nao ta facil pra ninguem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc está minimalizando d+ seu tempo de blog, rs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...